Fotolivro de receitas: a nova forma de guardar os segredos culinários da família

Geração após geração, as famílias preservam ensinamentos de seus antepassados: principalmente quando o assunto são fórmulas secretas de alguma delícia gastronômica. Agora, você já imaginou a possibilidade de eternizar o passo a passo dos quitutes preparados pela sua bisavó, ou daquela tia confeiteira – que faz o melhor bolo de chocolate do mundo – em um charmoso fotolivro de receitas? O resultado é incrível e você vai poder criá-lo do jeitinho que desejar.

Geralmente, as receitas de família são guardadas de forma muito especial: seja em um caderninho na gaveta da cozinha, ou mesmo no cantinho da geladeira. Embora isso seja uma forma muito carinhosa de guardarmos nossas receitas mais preciosas, vale a pena destacar que hoje já existe uma forma mais segura e personalizada para fazermos isso.

Quer saber como? Então, siga a leitura: a seguir, vamos explicar em etapas como montar um fotolivro de receitas belíssimo!

Passo a passo: como montar um fotolivro de receitas

A proposta do fotolivro de receitas não é difícil de entender: a ideia é reunir o passo a passo de todas as guloseimas preferidas da família em um único lugar, compondo um álbum de fotos moderno. Um mimo que seus filhos e netos vão querer guardar para sempre.

Curtiu a ideia? Então veja, abaixo, como montar o seu em quatro etapas:

1. Faça um compilado das melhores receitas de família

A primeira parte, claro, consiste em reunir todas as receitas do caderninho da sua mãe, tias e avós, que devem estar recheados de delícias preparadas pela família. Portanto, tenha tudo em mãos para começar a montar o fotolivro.

2. Reúna as melhores fotos dos pratos

Como no fotolivro a imagem ajuda a trazer um apelo visual ainda mais incrível às receitas, a sugestão é que você reúna, pelo menos, uma foto que ilustre cada prato. Se não tiver, que tal preparar novamente as receitas e tirar algumas fotos antes de se deliciar? Depois, basta baixar as fotografias no computador para usar no fotolivro.

 

3. Agrupe as receitas em uma determinada ordem

A próxima etapa se refere a organização das receitas. No fotolivro, você pode seguir uma ordem cronológica de tempo ou sabor: dos pratos mais antigos aos mais recentes, ou começando pelas receitas salgadas e, posteriormente, partindo para as doces. Você é quem decide!

4. Escolha o template, a fonte e as cores

Com todo material em mãos, agora vem a parte mais divertida: criar o fotolivro. Comece pelo template, escolhendo as cores e ícones mais alinhados com o projeto.

Você pode, até mesmo, optar por um design vintage que evidencie o aspecto histórico das receitas. Combine o nome, a lista de ingredientes e a foto com cliparts para deixar o resultado ainda mais personalizado! Utilizar fotos da sua avó, por exemplo, para ilustrar a receita daquela torta de morangos criada por ela – umas das delícias que toda a família adora – também é super bacana.

Livro de receitas com visual exclusivo e máxima durabilidade

As receitas secretas da vovó – e de todos os nossos entes queridos -, além de um apelo mítico, carregam também um valor emocional significativo. Afinal, elas traduzem sabores e contam histórias que se perpetuam através dos anos por meio de seus cheiros e texturas. Não é à toa que, ao reproduzir alguma delas, você é capaz de se emocionar enquanto cozinha.

Por isso, o fotolivro de receitas é uma excelente solução: além de possibilitar um design aprimorado – com um toque especial só seu –, o álbum de fotos moderno é extremamente durável, assegurando que as receitas não se percam no tempo. Para montar o seu, com garantia de um acabamento de ponta – incluindo, por exemplo, capa dura – com papel couchê – indicamos a Phooto – o maior site de fotos do Brasil.

Nossa sugestão é que você explore o site, confira todos os formatos disponíveis e, através do software gratuito oferecido pela Phooto – nas versões para computador ou celular -, descubra todas as possibilidades para compor um fotolivro de receitas apaixonante! Confira no link abaixo:

https://www.phooto.com.br/fotolivros/

Ah! E se você gostou do artigo, claro, não se esqueça de compartilhar nas redes sociais!